Maria Isabel de Sousa Charters d'Azevedo

n: 10 Março 1899, f: 26 Agosto 1971

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr.ª Maria José Monteiro Charters d'Azevedo

n: 27 Agosto 1943

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Teresa Charters d'Azevedo

n: 11 Maio 1890, f: 14 Maio 1968

  • Nascimento: 11 Maio 1890; (perfilhada por escritura de...)
  • Falecimento: 14 Maio 1968; Leiria, Leiria, Leiria
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Pedro Gorjão Clara Charters d'Azevedo

n: 14 Novembro 1987

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Pedro Manuel Monteiro Charters d'Azevedo

n: 3 Novembro 1946

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Eng. Ricardo Manuel Monteiro Charters d'Azevedo

n: 29 Julho 1942

  • Nascimento: 29 Julho 1942; Maternidade Bemsaúde, São Sebastião da Pedreira, Lisboa, Lisboa; nasceu à 0h45
  • Baptism: 30 Agosto 1942; Igreja de Arroios, Arroios, Lisboa, Lisboa; Foi padrinho o avô materno e a avó paterna. Segui-se um jantar em casa dos bisavós Roberto e Virginia
  • Casamento: 3 Outubro 1970; Capela do Palácio e Queluz, Queluz, Queluz; Queluz; Principal=Dr.ª Helena Ferreira Gameiro
  • Nota: * Engenheiro electrotécnico pelo Instituto Superior Técnico.
    * Agraciado com o Grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique (Alvará de 15.6.5.2004 e noticia publicada no DR nº 246, II serie de 19.10.2004)
    * Funcionário da Comissão Europeia desde 1988, foi Chefe da Divisão "Comett e formação para as transformações tecnológicas" na DG V - Assuntos Sociais (de 1988 a 1989), Chefe da Divisão "Educação e formação para as novas tecnologias", (1990 a 1992) na Task Force "Recursos Humanos, Educação Formação e Juventude" e Chefe da Divisão "Novas qualificações e evolução das profissões, ensino aberto e a distância e relações com o CEDEFOP" (1993 a 1996) na DG XXII "Educação Formação e Juventude".
    * Foi, de 1989 a 1996, membro do conselho de Administração do Centro Europeu para o Desenvolvimento da Formação Profissional (CEDEFOP), com sede em Berlim e mais tarde transferido para Tessalónica.
    * Participou em negociações, com o Conselho de Ministros da União, o Parlamento Europeu e o Comité Económico e Social com vista à criação de programas de acção comunitários como o COMETT, o EUROTECNET e mais recentemente o programa de acção comunitário no domínio da formação profissional LEONARDO DA VINCI.
    * Foi de 1997 a Maio de 2004 Director da Representação da Comissão Europeia em Portugal (Largo Jean Monnet nº 1, 10º, 1250 Lisboa).
    * De 15 de Maio 2004 a 30 de Junho de 2004 foi, em Bruxelas, Conselheiro na área de Recursos Humanos e Financeiros na Direcção Geral de Imprensa e Comunicação da Comissão Europeia.
    * Anteriormente foi Director Geral do Gabinete de Estudos e Planeamento do Ministério da Educação em Portugal (1983 a 1988), Presidente da Rede Escolar, Responsável pelas estatísticas da Educação, Representante de Portugal no Comité da Educação da OCDE, Membro do Comité da UNESCO responsável pela investigação e de desenvolvimento de estudos educativos no sul e no sudoeste da Europa, representante da rede Eurydice da Comunidade Europeia em Portugal e membro da Comissão Interministerial para o Emprego (CIME).
    * Foi ainda membro da Comissão de Reforma do Sistema Educativo (1985-88), coordenador nacional do projecto economia e educação da OCDE (1983-85) e Membro da Comissão executiva do projecto MINERVA (1986-88) referente à introdução das novas tecnologias na educação.
    * Colaborou na elaboração do primeiro PRODEP (1988) a ser presente à Comissão Europeia nesse ano.
    * Foi responsável pela criação, instalação e desenvolvimento do Ensino Superior Politécnico em Portugal (1978 a 1983), tendo sido o primeiro director do Gabinete de Apoio à Instalação do Ensino Superior Politécnico de Ministério da Educação, adjunto do Director Geral do Ensino Superior (1977 a 1983), tendo gerido dois empréstimos para Educação do Banco Mundial em 1977 e 1979.
    * Leccionou diversos cursos de formação do Banco Mundial sobre "Programas e projectos de Educação" na América latina, na Guiné-Bissau, em Alcalá de Henares em Espanha e ainda no Instituto Nacional de Administração em Oeiras.
    * Docente de diversas cadeiras no domínio da Electrónica e das Telecomunicações no Instituto Superior Técnico e na Academia Militar, é autor e co-autor de diversos artigos e livros sobre a educação, formação profissional e as telecomunicações.
    * Entre 1958 e 1970 foi radiamador com o indicativo de "CT1KH".
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Eng. Roberto Manuel Coutinho de Oliveira Charters d'Azevedo

n: 17 Abril 1915, f: 15 Novembro 2015

  • Nota: O Eng Roberto Manuel Coutinho de Oliveira Charters d'Azevedo, nasceu a 17 de abril de 1915 em Lisboa, filho do médico ortorinologista Dr. Luis Carlos da Costa Guerra Charters d'Azevedo e de sua mulher Alice Coutinho de Oliveira. Neto paterno do Eng Roberto Charters Henriques d'Azevedo que mandou construir o chalet na Villa Portela, no Lago da República em frente da Câmara Municipal de Leiria. De notar que os terrenos onde hoje existe o Largo da República foram expropriados nos anos 50 do século passado, à Villa Portela
    Frequentou o Liceu Camões (foi sócio nº 293 da Associação Académica do Liceu Camões em 1929). Mais tarde frequentou o Instituto Superior Técnico onde se formou em Engenharia Civil. Tinha lá o nº 517. Foi engenheiro na construção do Estádio Nacional (1939-1948), na Comissão das Construções Hospitalares (1948-1951), no Serviço de Obras do Metropolitano de Lisboa (responsável pelo troço do Marquês de Pombal aos Restauradores, que foi inaugurado em Janeiro de 1963), Secretário-geral do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, até 1956 e Diretor de Serviços e depois Inspetor-geral na Fundação Calouste Gulbenkian a partir de 1957. Possui o grau de Oficial da Ordem da Mérito Industrial (alvará de 5.08.1944).
    Dada a experiencia adquirida no projeto do Estádio Nacional ofereceu à CMLeiria o projeto do primeiro estádio da cidade em 1948 (ver "Diário de Notícias# de 24.2.1949)
    Na Fundação Calouste Gulbenkian foi durante muitos anos responsável pela montagem e execução dos Festivais de Musica da Gulbenkian, tendo inclusive, por sua iniciativa o castelo de Leiria sido placo de uma dos espetáculos desses festivais. Foi dele a correção acústica do Coliseu de Lisboa para que espetáculos de música pudessem ser ouvidos numa sala com uma cúpula redonda evitando a reverberação do som, que aconteceria sem essa correção.
    Teve uma firma chamada "PCL -Projectos e Construções Lda", que se dedicou ao ramo da "construção civil" que teve sede na Rua de S. Mamede (ao Caldas) 22, 1º, em Lisboa. Na sequência do seu "hobby" criou nos finais dos anos 50s outra firma, a "ELTEC - eletrónica técnica Lda" agora para trabalhar no ramo de "eletrónica e telecomunicações", primeiramente, com sede na Rua Sidónio Pais, 4-%. Pt. 3 Dt., depois na Rua José Esaguy, em Alvalade e mais tarde na Rua Damasceno Monteiro, à Graça, sempre em Lisboa.
    Como "hobby", ou passatempo principal, dedicou-se ao radioamadorismo, com o indicativo CT1NB (obteve-o em 1933), sendo o primeiro radioamador português a fazer emissões de televisão experimental em Portugal muito antes do aparecimento da RTP, transmitindo imagens fixas por "slow-scan". Tal facto foi mencionado em reportagens publicadas no estrangeiro e em Portugal. Teve igualmente um indicativo CT1NB-M, para a sua estação móvel.
    Nos finais dos anos 60s do século passado as suas transmissões de TV já utilizavam imagens moveis, usando uma câmara que foi realizada por ele (com muita dificuldade fez dois pares iguais de bobinas em "ninho de abelha" para por a funcionar o "vidicon", i. e., a câmara de TV). No "Jornal de Évora" de 13.8.1968, o jornalista Fernando Dacosta, noticiava, que num quarto andar de um prédio em Lisboa está instalada o primeiro posto amador de televisão na península. A revista Flama de 28.7.1968, tinha igualmente um artigo de duas páginas sobre as atividades do Eng Roberto Charters d'Azevedo, com o indicativo de CT1NB, no campo da TV experimental: antes mesmo de haver emissões regulares de TV em Portugal. O "Diário de Notícias" de 20.11.69 tinha na 1ª página o título acima depois de ter assistido a uma transmissão de TV entre "a sua residência ao Areeiro em Lisboa e o alto de Monsanto onde estava o seu filho Ricardo, numa noite fria de Novembro" A revista de radioamadores, "CQ - The radio's journal", de 1 Agosto de 1970, na pag. 55, publica uma referência dizendo "Amateur television has recently sttarted in Portugal. The first two was contact were made by Levy A F G Carvalho, CT1IH-TV and Roberto Charters d'Azevedo, CTINB-TV".

    Estas emissões experimentais, antes da "chegada" da RTP, eram realizadas na "banda dos dois metros", i e 144 MHz, e com um sistema "Slow-scan" com imagens fixas, utilizando a aparelhagem, que foi totalmente construída pelo Eng Roberto Manuel Charters d'Azevedo.
    Mais tarde, nos finais dos anos 60s, já utilizando uma câmara de vídeo que lhe deu muito trabalho a fazer, o Eng Charters d'Azevedo, transmitia uma imagem, em vídeo da sua residência ao Areeiro em Lisboa, e, esta, era recebida, do outro lado, na estrada da Luz, em casa de um outro radioamador o Levy A F G Carvalho, CT1IH-TV.
    A viatura onde tinha instalado seu posto móvel CT!NB-M, foi-lhe roubada, mas como tinha um sistema de emissão e de receção de radio e TV, instalada no porta-bagagens, tal deve ter levado os "gatunos" a terem devolvido rapidamente a viatura, pois a "confusão" de fios na viatura era tremenda!
    Herdou, por morte de seu pai, em 1953 a Villa Portela, bem como a Quinta da Portela e durante a sua vida procurou defendê-la de inúmeras maldades que a cidade de Leiria procurou fazê-la aquelas propriedades (ver em Cadernos Leirienses de História nº 2 "Epanáfora das maldades feitas á Villa Portela")
  • Nota: Frequentou o Liceu Camões (foi sócio nº 293 da Associação Académica do Liceu Camões em 1929 como se vê do documento ao lado).

    Mais tarde frequentou o Instituto Superior Técnico onde se formou em Engenharia Civil. Tinha lá o nº 517.
    Foi engenheiro na construção do Estádio Nacional (1939-1948), na Comissão das Construções Hospitalares (1948-1951), no Serviço de Obras do Metropolitano de Lisboa (troço do Marques de Pombal aos Restauradores, que foi inaugurado em Janeiro de 1963), Secretário-geral do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, até 1956 e Director de Serviços e depois Inspector-geral na Fundação Calouste Gulbenkian a partir de 1957. Possui o grau de Oficial da Ordem da Mérito Industrial (alvará de 5.08.1944).
    Teve uma firma chamada "PCL -Projectos e Construções Lda", que se dedicou ao ramo da "construção civil" que teve sede na Rua de S. Mamede (ao Caldas) 22, 1º, em Lisboa.

    Na sequência do seu "hobby" (electrónica e telecomunicações, a que se dedicou desde 1933, data em que recebeu o indicativo de CT1NB) criou nos finais dos anos 50s outra firma, a "ELTEC - electrónica técnica Lda" agora para trabalhar no ramo de "electrónica e telecomunicações", primeiramente, com sede na Rua Sidónio Pais, 4-%. Pt. 3 Dt., depois na Rua José Esaguy, em Alvalade e mais tarde na Rua Damasceno Monteiro, à Graça, em Lisboa.
    Como "hobby" ou passatempo principal, dedicou-se ao radioamadorismo, com o indicativo CT1NB (obteve-o em 1933), sendo o primeiro radioamador português a fazer emissões de televisão experimental em Portugal muito antes do aparecimento da RTP, transmitindo imagens fixas por "slow-scan". Tal facto foi mencionado em reportagens publicadas no estrangeiro e em Portugal.

    Teve igualmente um indicativo CT1NB-M, para a sua estação móvel.
    Nos finais dos anos 60s as suas transmissões de TV já utilizavam imagens moveis, usando uma câmara que foi realizada por ele (com muita dificuldade fez dois pares iguais de bobinas em "ninho de abelha" para por a funcionar o "vidicon", i. e., a câmara de TV). No Jornal de Évora de 13.8.1968, o jornalista Fernando Dacosta, noticiava, que num quarto andar de um prédio em Lisboa está instalada o primeiro posto amador de televisão na península. A revista Flama de 28.7.1968, tinha igualmente um artigo de duas páginas sobre as actividades do Eng Roberto Charters d'Azevedo, com o indicativo de CT1NB, no campo da TV experimental: antes mesmo de haver emissões regulares de TV em Portugal.

    O Diário de Notícias de 20.11.69 tinha na 1ª página o título acima depois de ter assistido a uma transmissão de TV entre a sua residência ao Areeiro em Lisboa e o alto de Monsanto, numa noite fria de Novembro (ver a foto

    Estas emissões experimentais, antes da "chegada" da RTP, eram realizadas na "banda dos dois metros", i e 144 MHz, e com um sistema "Slow-scan" com imagens fixas, utilizando a aparelhagem que é mostrada na figura ao lado, que foi totalmente construída pelo Eng Roberto Manuel Charters d'Azevedo.

    Mais tarde, nos finais dos anos 60s, já utilizando uma câmara de vídeo que lhe deu muito trabalho a fazer, o Eng Charters d'Azevedo, transmitia uma imagem, em vídeo da sua residência ao Areeiro em Lisboa, e, esta, era recebida, do outro lado, na estrada da Luz, em casa de um outro radioamador.

    A viatura roubada (ver notícia abaixo), tinha um sistema de emissão e de recepção de radio e TV, instalada no porta-bagagens, o que deve ter levado os "gatunos" a terem devolvido rapidamente a viatura, pois a "confusão" de fios na viatura era tremenda
  • Nascimento: 17 Abril 1915; S. Sebastião da Pedreira, Lisboa, Lisboa
  • Nota: 1 Setembro 1939; Jamor, Lisboa, Lisboa; Engenheiro no Estádio Nacional que estava em construçã
  • Casamento: 1 Fevereiro 1941; Sé, Leiria, Leiria; Principal=Maria Eduardo da Costa Pereira Monteiro
  • Nota: 5 Agosto 1944; Lisboa; Agraciado com o grau de Oficial da Ordem de Mérito Industrial
  • Nota: Outubro 1948; Engenheiro Civil de 2ª Classe na Comissão Hospitalar do Ministério das Obras Públicas
  • Nota: entre 1951 e 1954; Lisboa, Lisboa; Secretário Geral do Laboratório Nacional de Engenharia
  • Nota: entre 1954 e 1984; Fund. Calouste Gulbenkian, Lisboa, Lisboa; Director do Serviço de Segurança1
  • Nota: cerca de 1960; Eng do Servirço de Obras do Metropolitano de Lisboa e responsavel pela Estação dos Restauradores que foi inaugurada em 1963
  • Nota: entre 1970 e 1990; Fund. Calouste Gulbenkian, Lisboa, Lisboa; Director do Serviço do Auditório e Som1
  • Nota: 1 Agosto 1970; A revista de radio-amadores, CQ (The radio's journal), de 1 Agosto de 1970, na pag 55, publica nesta data uma referencia dizendo "Amateur television has recently sttarted in Portugal. The first two was contact were made by Levy A F G Carvalho, CT1IH-TV and Roberto Charters d'Azevedo, CTINB-TV
  • Nota: entre 1985 e 1992; Fund. Calouste Gulbenkian, Lisboa, Lisboa; Director do Serviço da Inspecção Técnica1
  • Falecimento: 15 Novembro 2015; Areiro, Lisboa, Lisboa
  • Enterro: 17 Novembro 2015; Cremado na véspera e as cinzas transportadas para o jazigo "Roberto Charters" no cemitério de Santo António do Carrascal (Leiria)

Citações

  1. António Barreto (Coord.) Fundação Calouste Gulbenkian, cinquenta anos, 1956-2006, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, (Julho 2007).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Prof. Doutor Tiago Gorjão Clara Charters d'Azevedo

n: 24 Julho 1973

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

José António Marcelino Charters de Azevedo

n: 1 Outubro 1957
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Sara Solange Ladeira Charters de Azevedo

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Salvador de Almeida y Alberty Charters Miranda

n: 7 Maio 2008
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Beatriz Cid Barreto Charters Monteiro

n: 22 Janeiro 2002
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Bernardo Cid Barreto Charters Monteiro

n: 22 Fevereiro 2004
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Diogo Maria Pinheiro de Lacerda Charters Monteiro

n: 6 Maio 2009
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Diogo Sant'ana Marques Charters Monteiro

n: 22 Setembro 1976
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Francisco de Horta Osório Charters Monteiro

n: 5 Agosto 1991
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

João Champalimaud Charters Monteiro

n: 31 Agosto 2007
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

João de Horta Osório Charters Monteiro

n: 19 Novembro 1986
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. João Fraga de Azevedo Charters Monteiro

n: 24 Julho 1958
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Lourenço de Horta Osório Charters Monteiro

n: 28 Janeiro 1988
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"